segunda-feira, 26 de janeiro de 2009
Das músicas que nos ficam [21]
[looking for special things inside of me]

 
Posted by Sávio Fernandes @ 23:14 ¤
quinta-feira, 22 de janeiro de 2009
Obamomania
Quem não tiver planos para os próximos 120 segundos, clique aqui.
Também podem ficar aí a olhar para mim, claro.
Eu não me importo.
Mais esquisito do que aquilo não fico.
Acho.

via Jonasnuts.com
 
Posted by Sávio Fernandes @ 23:57 ¤ 0 comments
segunda-feira, 19 de janeiro de 2009
Das músicas que nos ficam [20]
[A case of Joni]

 
Posted by Sávio Fernandes @ 22:34 ¤ 0 comments
domingo, 18 de janeiro de 2009
Agarre-se quem puder


Já era para cá ter vindo mas ando a deitar contas à vida.
É coisa para demorar.
Entretanto faço um intervalo para martelar o teclado e aliviar a cabeça.
É certo que já estava avisado sobre o temporal.
Mas a previsão era de vendaval e o que aconteceu foi um furacão.
Percorreu o edifício de alto a baixo e de recordação deixou o pior dia de que me lembro desde que cá estou.
Reuniões em catadupa seguidas de rostos apreensivos.
São imagens que ficam.
O Maia a debitar o disco habitual, também.
Contra todas as expectativas a guilhotina passou-me ao lado.
Continuo sentado mas também não sei por quanto tempo.
Porque é sentado mas na corda bamba.
Ora aí está uma imagem que ilustra bem a coisa.

Andei num e noutro andar. Entre conversas aqui e ali circulam os nomes sorteados neste euromilhões ao contrário.
Sorteados, porque não há nada que me convença que isto obedece a algum tipo de lógica.
Qual é o critério para se puxar a cadeira entre bons profissionais?
É o pim-pam-pum; a matemática fica de fora nesta equação.
A conclusão é a de que ninguém pode respirar fundo.
Pelo menos, não deve.
Até porque quem não é cego já sabe que estão para vir mais rabanadas. Daquelas que não têm açucar.
A corda ainda vai abanar. E bem.


P.S.: Se eu não cair, o Vitor Hugo e o Chen que preparem a homenagem. Com os anos que já levo disto aqui em cima, parece-me justo.
 
Posted by Sávio Fernandes @ 10:16 ¤ 0 comments
quinta-feira, 15 de janeiro de 2009
Av. L., 266
-Knock, knock.
-Who's there?
-Crisis.
-Crisis who?
-Crisis-without-the-punch-line-because-it-is-not-a-joke.
 
Posted by Sávio Fernandes @ 19:21 ¤ 1 comments
segunda-feira, 12 de janeiro de 2009
Making a point


-Shalom...?!
-Shalom.
-That's very nice. Where did you get it?
-My sister brought it from your country.
-Did she?
-Yes... she did.

[Conversa com o embaixador Aaron Ram, no seu gabinete, pouco antes de ser fotografado.
Foi assim há 1 ano atrás. Hoje, seria capaz de convidá-lo para um mano-a-mano no jogo do galo.]
 
Posted by Sávio Fernandes @ 19:53 ¤ 0 comments
domingo, 11 de janeiro de 2009
Pipocas&lamechices [6]


This kind of certainty comes but once in a lifetime.
 
Posted by Sávio Fernandes @ 22:32 ¤ 0 comments
quinta-feira, 8 de janeiro de 2009
Como é que isso vai, aí no hemisfério esquerdo?


[Prof. Fernando de Pádua - presidente do Instituto Nacional de Cardiologia Preventiva e um dos mais conceituados cardiologistas portugueses.]
 
Posted by Sávio Fernandes @ 23:31 ¤ 0 comments
segunda-feira, 5 de janeiro de 2009
Das músicas que nos ficam [19]
[This song says, no matter who you are. No matter where you go in your life. At some point you're gonna need somebody, to stand by you.]

Isto é enorme.
Tem uma energia positiva contagiante.
E faz-nos acreditar que é possível.
É possível!
E acreditamos com um sorriso.

Vão por mim. Enorme.




Via "dias úteis", do Pedro Ribeiro


Adenda: as razões de quem acredita.
E mais um link no foco.

 
Posted by Sávio Fernandes @ 21:17 ¤ 1 comments
domingo, 4 de janeiro de 2009
Pictures of the year 2008
Da Reuters, a excelência.

[Quando tiverem uns minutos, cliquem que é tempo bem empregue.]
 
Posted by Sávio Fernandes @ 22:07 ¤ 0 comments
As passas que não me levem a mal mas nunca as vi mais gordas
Com a pontualidade que me é característica, cá estou a desejar-vos um bom Ano Novo.
Não sou de dar conselhos mas eu cá não me vou fiar nas passas.
Sejam de uva moscatel ou não.
Parece-me mais sensato continuar de mangas arregaçadas e enxada na mão.
Mudo de opinião se a Marisa Cruz deixar de embirrar comigo e resolver acertar nos meus números.
[Ò João, tu s.f.f. diz-lhe que ela não ficou mal na foto, pá!]


P.S.: Entretanto, andei a atirar umas passas ao ar e descobri que a força da gravidade tem uma pontaria espectacular para acertar na minha boca: 20/20.
Se pagarem bem, faço festas de crianças.
 
Posted by Sávio Fernandes @ 19:25 ¤ 0 comments